Notícias de Jequié e Região

Apple está preparando iPhone com câmera 3D na traseira

Jequie Covid 1

TECNOLOGIA

Foto: Google Imagens

A gigante Apple está preparando um novo iPhone, com lentes com traseiras de tecnologia Time of Flight (ToF), que deve ser lançado em 2020, informa o site Digitimes. A tecnologia será mais um importante passo para a empresa no que se refere à realidade aumentada.

De acordo com pessoas ligadas à Apple, a câmera 3D de longo alcance foi projetada para ser capaz de escanear o ambiente e criar reconstruções virtuais tridimensionais do mundo real. A nova câmera 3D deve ter um alcance de até cinco metros, muito maior do que a atual que opera com uma média de 25 e 50 centímetros.

Ter uma função como esta revela uma tendência de empresas de tecnologia em integrar funções nos dispositivos. E este seria mais um grande passo de ruptura da multinacional norte-americana, que já provocou surpresa aos amantes da marca ao lançar o iPhone X com efeito de borda infinita e sem o botão redondo na tela, uma característica que marcou as gerações de smartphones da Apple por anos, além do Face ID substituindo o leitor biométrico.

Já se sabe que a câmera 3D deverá ter um sistema de escaneamento a laser, com uma configuração que irá permitir uma melhor percepção de profundidade e de posicionamento dos objetos.

O recurso deve também otimizar as funções de reconhecimento facial e animoji, mas para que a novidade possa estar no mercado precisaria da conectividade 5G, o que acabou adiando o objetivo de lançar novo sistema de câmeras 3D na parte de trás dos iPhones mais avançados, que seria neste ano.

Ainda segundo uma fonte, a Apple está negociando com a Sony os testes de sensores para o novo sistema. Porém, em 2017 a empresa fechou um contrato de US$ 390 milhões com Finisar Corp, que produz equipamentos para os lasers utilizados nos smartphones atuais.

Outra grande diferença que pode ser destacada com a nova função é a de que enquanto a realidade virtual proporciona um mergulho no mundo digital, a realidade aumentada sobrepõe imagens e dados, proporcionado ao usuário essa experiência em uma visão do mundo real.

O futuro da Apple

Recentemente a Apple foi considerada a marca de tecnologia mais valiosa do mundo, de acordo com o ranking BrandZ, lançado pela Kantar e a WPP, uma das maiores e mais importantes agências de publicidade na atualidade.

A gigante comandada por Tim Cook teve seu valor de marca avaliado em US$ 309,5 bilhões em 2019, o que representa um crescimento de 3% em relação ao ano passado. Uma das justificativas para colocar a maçã no topo da lista no segmento foi as estratégias da empresa para ampliar seu portfólio de produtos e serviços.

Neste ano, a marca anunciou a criação de serviços de transmissão de TV, assinatura de notícias, séries e filmes e serviços de jogos. Segundo informações da Época Negócio, o setor de serviços traz algumas vantagens à Apple, que viu sua receita cair com a diminuição de vendas de iPhones no ano passado.

Uma delas são faturamentos recorrentes todos os meses, ao invés de receber apenas uma vez por uma venda. Já a outra é ajudar a estimular a demanda por seus dispositivos, pois os serviços serão exclusivos para as plataformas da empresa.

Comentários no Facebook:

Comentários

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.