Cantor do Pink Floyd exige #ELENÃO e é vaiado por mais de 40 mil pessoas em SP




 

BRASIL

Roger Waters, cantor e fundador do Pink Floyd, fez um show de sua turnê “Us + Them” pela América Latina marcado por protestos contra a candidatura de Jair Bolsonaro à presidência do Brasil, na noite da última terça-feira, 9, em São Paulo (SP).

Na primeira metade do show, que durou quase três horas, logo após a apresentação de “Another Brick in The Wall” – famosa pela crítica ao autoritarismo em sala de aula – parte do público entoou um grito de “Ele não! Ele não!”, contra o candidato do PSL. Entretanto, os apoiadores do militar devolveram com “Mito! Mito!”.

Depois do episódio, a produção do músico inglês passou no telão mensagens contra a tortura e a favor dos direitos humanos. E, por fim, exibiu uma lista de ascensão do neofascismo em países como os EUA, que está sendo representado por Donald Trump; Russia, com Vladimir Putin; ou Hungria, com o premiê Viktor Orbán. O Brasil entrou como último do ranking com o nome de Bolsonaro estampado.

Mais uma vez vaias e aplausos dividiram o público até a retomada do show. Ao final da música “Eclipse”, raios laser formaram sobre a plateia o prisma da capa do álbum do artista “The Dark Side of the Moon”, além de surgir no palco a hashtag #EleNão.

Neste momento, Waters foi vaiado e a plateia iniciou gritos de “Vai pra Cuba!” ou “Lixo!”.

“Vocês têm uma eleição chegando. Eu sei que não é da minha conta, mas eu preciso dizer que sou contra o fascismo”, afirmou ele.

Roger Waters ficará no Brasil até depois do segundo turno das eleições, dia 28 de outubro. Ele ainda se apresentará em um show extra em São Paulo nesta quarta, 10; Brasília (13/10); Salvador (17/10); Belo Horizonte (21/10), Rio de Janeiro (24/10); Curitiba (27/10); e Porto Alegre (30/10).

FONTE: CATRACA LIVRE



Comentários no Facebook:

Comentários

Categoria: FAMOSOS

Deixe uma resposta

A equipe Jequié Urgente não publicará seu e-mail

1 Comentário

  1. Ally McCoist last night insisted Kris Boyd’s row with Rangers boss Walter Smith won’t rule him out of the Cooperative Insurance Cup Final. Count Kris in: McCoist is certain Boyd will be in Final contention despite spat with Smith

    Resposta