Ciro Gomes chama Eduardo Cunha de ‘marginal’ durante palestra




 

POLÍTICA

O pré-candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, disse nesta quinta-feira (26) que se fosse presidente, Eduardo Cunha (MDB) não teria o derrubado como fez com a petista Dilma Rousseff.

“Se vocês (vereadores, sociedade, povo) deixarem, vão me derrubar. (Mas) Não vai ser fácil não, porque não sou a Dilma (Rousseff), sou do ramo. Tu acha que um marginal como Eduardo Cunha me derrubaria?”,disparou.




Ciro ainda falou que ter na história da redemocratização dois presidentes cassados faz com que o País “não aguente esse nível de instabilidade”. “A Nação vai precisar se dar as mãos para sair dessa profunda encalacrada”, declarou.

Ciro também classificou Dilma como “uma presidente honrada, embora estivesse fazendo um governo ruim” e citou o impeachment como um processo “inventado”. “Remédio para governo ruim é pressão popular e data de eleição para mudar”, completou.

Bahia.ba



Comentários no Facebook:

Comentários

Categoria: Política