Deputado Jorge Solla aciona justiça contra nomeação de Eduardo Bolsonaro à embaixada nos EUA




POLÍTICA – BRASIL

O deputado federal Jorge Solla (PT) ingressou nessa sexta-feira (12), com uma ação popular na Justiça Federal da Bahia com um pedido de liminar preventivo para evitar que o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL) seja nomeado como embaixador do Brasil nos Estados Unidos. O parlamentar baiano alega tratar-se de um caso de nepotismo e de descumprimento da Constituição, que em seu Artigo 37 trata da impessoalidade dos atos da gestão pública.

“A presente ação tem por escopo a proteção ao patrimônio público, à moralidade administrativa, e contra o abuso do poder. (…) O ato que está na iminência de ser praticado trata-se, em verdade, na tentativa promover pessoalmente seu descente, o Sr. Eduardo Bolsonaro, a fim de que lhe sejam auferidos todos os benefícios do cargo, em nítido caráter de violação aos princípios da impessoalidade e moralidade administrativa, evidenciando o caráter despótico da iminência do ato”, diz o petista, na ação.

O parlamentar, em suas alegações, usou das declarações públicas do presidente e de seu filho para comprovar a falta de qualificação para o cargo. “Como pode ser adequado ou até legal a nomeação de seu descente, sendo que este aduz ser adequado para o cargo por ter realizado intercâmbio e fritado hambúrgueres?”, indaga Solla.




FONTE: BOCÃO NEWS



Comentários no Facebook:

Comentários

Categoria: Política