Notícias de Jequié e Região

Marcos Garapa registra Boletim de Ocorrência na Delegacia após ser atacado em redes sociais

Marcos Garapa compareceu nessa manhã de sábado, 01/08, na Delegacia de Polícia de Jequié onde registou o boletim de ocorrência de nº 20-02313, gerado pela Delegada de Polícia, Dra. Ana Beatriz de França Bonfim, contra Rebeca Silva Oliveira e Fabilli Pinheiro pela infração penal de natureza difamatória, de acordo com a Lei 2848, Art. 139 do CP, que versa sobre ofensa moral via rede social.

Segundo Garapa, no dia 20/07, elas transmitiram uma live via plataforma Instagram e fizeram acusações de abuso sexual, ameaça de morte, porte de arma de fogo, racismo e exposição de imagem sem autorização previa. 

Rebeca Oliveira chegou a comparecer no dia 20/07, na Delegacia da Mulher em Jequié para prestar queixa contra Garapa, mas apenas fez o Termo de Declaração com informações rasas de compartilhamento de um vídeo do seu celular e ameaça de morte, sem mencionar e se quer apresentar nenhuma prova das acusações feitas na DEAM.

Segundo a equipe de advogados que acompanha Garapa, tudo não passou de uma grande armação com objetivos políticos já que Marcos Garapa expressa seu desejo em concorrer a uma vaga no legislativo municipal nas eleições desse ano.

“Tudo não passou de uma grande irresponsabilidade armada para prejudicar nosso cliente. Não foram apresentadas provas das ameaças de morte, porte de arma de fogo, preconceito e se quer consumação de crime de abuso sexual” disse um dos advogados da equipe.

A partir de agora, Rebeca Oliveira e Fabilli Pinheiro responderam a um processo criminal, junto ao Juizado Especial Criminal na Justiça de Jequié pelo crime contra a honra cometidos contra Marcos Moura da Silva, Garapa, conforme art. 139 seguintes, de acordo com a Lei Penal vigente. Informações: Assessoria Jurídica de Marcos Moura “Garapa”.

Instagram:http://bit.ly/JequieUrgente

Comentários no Facebook:

Comentários

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.